Bem-vindo à central de ajuda do Contábil

Executando



Todos os registros oriundos das solicitações da folha de pagamento ou aqueles já empenhados e configurações são realizados por meio de um único ambiente: Empenhos. Ele é acessado pela Visão geral ou pelo menu Executando > Despesa.

É possível visualizar o pequeno painel ou widget ao lado direto do ambiente. Nele são realizadas as configurações para recepção dos registros da folha de pagamento, visualizar outras informações, gerar os empenhos e liquidações, bem como, descartar os registros.

A partir deste momento serão demonstradas as configurações necessárias para efetuar os empenhamentos da folha e as ações e recursos disponíveis de usabilidade no painel.

Antes de iniciar qualquer configuração, você deve realizar a importação (interação) da folha de pagamento, ou seja, deve realizar a geração dos registros no Folha (Cloud ou Desktop) e enviá-los ao Contábil.

É imprescindível que esse procedimento seja realizado para que sejam importados os Eventos e Encargos oriundos da folha. Isso otimizará toda a configuração, um vez que você apenas criará os organizadores e relacionamentos.

Para conhecer como realizar as configurações e o envio das informações por meio Folha (Cloud) ao Contábil, acesse o link abaixo.

Após a importação, as solicitações são apresentadas no painel com um indicativo de inconsistências, no qual o direcionará para a tela de configurações.

No vídeo abaixo a tela de configuração da folha de pagamento é demonstrada e com ela três grandes etapas na guia INFORMAÇÕES GERAIS: Eventos da folha, Organizadores e relacionamentos, além de Encargos e relacionamentos. Já na guia PARÂMETROS é possível optar por realizar o gerenciamento de pagamentos antecipados e origens extraorçamentárias, efetuar a geração de empenhos de forma agrupada pela despesas, bem como, a geração de comprovante da liquidação.

Após a demonstração, cada guia e etapa são contextualizadas.

Após a importação você deverá ajustar a configuração dos Eventos, os quais foram importados por meio do arquivo da folha e ainda estão apresentando o seguinte indicador de inconsistência, lembra? 

O Número, Descrição e Tipo são automaticamente importados por meio do arquivo de interação da Folha. Logo você tem a missão de conferir os eventos e vincular obrigatoriamente os Organizadores, bem como, indicar se o Provento refere-se a pagamento extraorçamentário antecipado, bem como, se o desconto deduz do valor bruto do empenho e se é um pagamento extraorçamentário antecipado.

Por exemplo, o pagamento de salário-família, instituído pela Lei Nº 4.266/63, é um provento caraterizado como pagamento antecipado, onda a entidade repassada ao trabalhador um valor único proporcional ao número filhos com idade até 14 anos ou incapazes de qualquer idade. Antes o valor  era cálculo sobre o salário-mínimo, mas com o EC Nº 103/2019, foi alterado juntamente com demais regras do sistema de previdência social. Após, as empresas e administração pública podem compensar o valor repassado ao trabalhador na guia da contribuição do Instituto Previdenciário ao qual está vinculada.

A partir desta pequena contextualização, o Evento Salário-Família terá a seguinte configuração para a entidade que está vinculada ao Regime Geral de Previdência.

Após a configuração do respectivo evento do Salário Família (como também do Salário Maternidade).

  • Efetuar também o relacionado da Retenção ao Encargo da Previdência (patronal), para que seja realizada a compensação do valor antecipado ao trabalhador.

Com essa configuração, os valores do salário família pagos ao trabalhador serão registrados no sistema Contábil como Despesas extras (PA) automaticamente e no momento do empenhamento da contribuição patronal, esta apresentará uma retenção, oriunda da Folha, com o total do valor de salário-família já antecipado, ou seja, a compensação. 

Quando a entidade possui RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) a configuração e os lançamentos do salário-família se alteram. Por volume grande de detalhamento dos registros da folha de pagamento, algumas optam por criar um organizador próprio denominado Salário-família e relacionam as despesas, organogramas e vínculos empregatícios para que ocorra o empenhamento desse valor.

Essa configuração resulta no empenhamento do salário-família como uma despesa orçamentária o qual será compensado posteriormente na guia previdenciária conforme vinculação da entidade ao RPPS.

Quando um Evento é do tipo Desconto, além de relacionar o Organograma, você tem a opção de indicar se deduz do valor bruto do empenho ou não por meio do seguinte parâmetro:

Quando ativada essa opção, o empenho que possuir esse desconto, terá seu valor reconhecido e diminuído o desconto diretamente, ou seja, resultará na geração de um empenho com valor líquido e não será demonstrado os descontos no histórico conforme a imagem abaixo. 

Desativada a opção, o desconto poderá se transformar em despesa extra por meio do relacionamento de retenções, como é o caso até mesmo de um seguro de vida.

Um Evento do tipo Desconto possui o segundo parâmetro Pagamento extraorçamentário antecipado. Para habilitá-lo é essencial que a opção Deduz do valor bruto do empenho também seja habilitado.

O reflexo no sistema, quando habilitado, é a geração do empenho com valor líquido, pois o primeiro parâmetro de dedução está habilitado, bem como, a geração da despesa extra automaticamente sem origem vinculada proveniente do segundo parâmetro, ou seja, Pagamento extraorçamentário antecipado. Lembrando que essa geração dessas despesas extras, quando originadas de pagamento antecipado, é possibilitada aos estados que realizam a retenção na liquidação ou pagamento. 

Além disso, é possível conferir os valores dos Eventos do tipo Desconto, os quais possuem ambos os parâmetros habilitados na seguinte tela: 

Entendida e realizada a importação da folha e configuração dos eventos, o próximo passo é efetuar a criação dos organizadores e seus relacionamentos. É por meio deles que os empenhos serão gerados em determinada despesa, desdobramento e recurso e conforme o organograma e vínculo empregatício oriundo do arquivo da folha.

Primeiramente realize a inserção de Organizador informando uma Descrição, por exemplo Vencimentos e salários. O organizador criado será vinculado aos Eventos dos tipos Proventos e Descontos oriundos da importação da folha.

O relacionamento é um processo importante no qual os empenhos serão gerados em determinada despesa, desdobramento e recurso e conforme o organograma e vínculo empregatício oriundo do arquivo da folha. 

Por meio do botão Outras opções, clique em Relacionar despesas e após em + RELACIONAMENTO. Informe a Despesa e seu Desdobramento, além do Recurso.

No campo Credor é possível vincular a entidade Prefeitura assim, como um Fundo ou uma Secretaria, caso sejam esses os responsáveis pelo pagamento dos valores gerados. É mais comum a vinculação da Prefeitura como fonte pagadora da folha salarial.

No exemplo abaixo, a prefeitura será demonstrada como Betha Sistemas.

Por fim, informe os Organogramas da folha e os Vínculos empregatícios. Como já citados, essas informações são oriundas da área de Recursos Humanos os quais deverão informá-las a contabilidade conforme a configuração existente no sistema Folha

Assim ao realizar a efetivação dos empenhos, o sistema Contábil identifica no arquivo da folha essa configuração de organogramas e vínculos e realiza a geração nos respectivos organogramas