Implantando ou migrando o Transparência (Cloud)?



As orientações aqui apresentadas, têm o objetivo de auxiliar o processo de migração ou implantação para o Transparência (Cloud), seja em todas as etapas do processo, como na evidenciação das configurações necessárias dos sistemas estruturantes quanto do próprio Transparência.

Como sugestão, mantenha em paralelo, o  funcionamento do sistema Transparência (Fly) até que a entidade conclua a homologação do Transparência (Cloud).

Fique atento aos passos!

Estão habilitados para envio ao Transparência (Cloud) a maioria dos sistemas Desktops.

Para que o envio de dados do Folha (Cloud) seja realizado, é necessário abertura de chamado do tipo tratamento de dados para a respectiva equipe do sistema. Informar a entidade, data de início e conceder permissão de acesso ao analista que realizará o atendimento do chamado. A partir deste momento, o envio é efetuado automaticamente toda noite, sem a necessidade de interação.

Os sistemas que já possuem interação de envio das informações ao portal, são apresentados logo mais.

É essencial a disponibilização de uma máquina para execução dos arqjoblets que realizam a extração de dados dos sistemas Desktops e enviam para o Transparência (Cloud)Assim, recomendamos que a entidade disponibilize uma máquina exclusiva (pode ser virtual) para essa extração e envio de dados e  que atenda os requisitos abaixo.

Vale destacar ainda que os sistemas estruturantes Desktops, ou seja, aqueles que enviam os dados para o Transparência, por exemplo o Compras (Desktop), devem estar atualizados na última versão.

Para saber mais dicas sobre o envio de dados ao portal do Transparência, acesse:

Após receber o e-mail com o número serial, conforme o exemplo abaixo, é preciso realizar o processo de liberação do sistema. Para isso acesse: https://cloud.betha.com.br/#/liberacoes/entidade.

Informe o número de série recebido por e-mail e clique no botão LIBERAR. Liberação realizada, acesse o ambiente Administrador do Transparência (Cloud) e selecione a entidade que deseja trabalhar para iniciar o processo de configuração.

O primeiro passo é a criação do Portal da transparência do município. E ao efetuar o login no sistema Transparência (Cloud) pela primeira vez na entidade, você irá visualizar a mensagem Você ainda não tem um Portal configurado. O que deseja fazer?. Clique primeiramente em ADICIONAR PORTAL e realize o procedimento de inserção.

Em seguida deve ser realizada a vinculação de outras entidades, liberadas para o município, ao portal criado anteriormente. E por fim, proceda com a configuração da identidade visual do portal, definindo o nome do portal, brasão e a cor de fundo.

Para saber mais como realizar a criação do portal e a vinculação das demais entidades, acesse a página de ajuda Primeiro acesso.

Após realizar a criação do portal e a vinculação das entidades, é importante que você conheça os ambientes Administrador e o Portal. Para isso acesse a página de ajuda da Visão geral desta solução.

Ainda no ambiente Admin do Transparência, é necessário realizar a geração da Chave de interação, para que os sistemas estruturantes possam realizar o envio das cargas usando a referida chave.

Para cadastrar a chave acesse o menu Administração > Interação > Chave de interação.


É possível adicionar mais de uma chave de interação, separando cada uma por sistema estruturante. Para maiores informações sobre as chaves, acesse a Central deAajuda.

A você, técnico da Revenda ou Filial, que está migrando ou implantando o Transparência (Cloud), é fundamente que realize as seguintes definições com a entidade, antes de iniciar o envio das cargas dos sistemas estruturantes.

Identifique e defina todos os sistemas estruturantes que o cliente possui e realize a atualização para a versão mais atual, caso sejam da linha Desktop.

Defina quais entidades deverão realizar o envio de dados para o Transparência (Cloud).

Alinhe com a entidade qual será o ano de corte das informações que estarão disponíveis no Transparência (Cloud).

Como sugestão, para realizar os testes e a homologação dos dados, utilize dados de no máximo dos últimos 2 anos.

Como sugestão, no ambiente oficial, utilize os dados dos últimos 5 anos

Não é recomendado de forma alguma, o envio de dados de períodos aos quais a entidade não utilizou os sistemas da Betha, ou seja, período com informações provenientes de conversão de dados dos sistemas estruturantes.

Defina com a entidade, o responsável pelo sistema e conceda a permissão de administrador do Portal para esta pessoa por meio do menu Utilitários > Gerenciador de acessos. 

Conheça mais detalhes sobre a ferramenta Gerenciador de acessos por meio do botão abaixo.

A entidade pode solicitar a definição de quais IPs externos poderão realizar o envio das cargas para o Transparência (Cloud). E configurá-los, acesse a funcionalidade Controle de IP por meio do Administração > Interação.

Conheça mais detalhes sobre esta funcionalidade, acesse a página de ajuda.

Defina junto a entidade o período de realização para os testes e configurações do novo portal, ou seja, uma data inicial e uma data final de homologação.

Com base nessas datas, efetue a inserção de um comunicado no ambiente Admin é informe neste, que o novo portal está em fase de testes ou configurações, para evitar maiores problemas com informações incompletas durante este período.

Como exemplo, você pode fazer uso do comunicado que está cadastrado no Portal Modelo. Não esqueça de ajustar a mensagem com o nome do município que está sendo implantado e também de alterar as URLs da Prefeitura e do Transparência do município.

Após realizar as configurações iniciais do Transparência (Cloud), é necessário acessar cada sistema estruturante que a entidade possui e que enviam dados ao portal, para configurar esse envio da carga inicial para o Transparência.

Cada sistema é responsável pelo desenvolvimento das rotinas de envio para o Transparência, por isso, em alguns casos os caminhos e configurações necessárias diferem entre eles.

As configurações a serem apresentadas abaixo, abordarão os sistemas estruturantes da linha Desktop, conforme já mencionado nos Pré-requisitos de negócio.

No Contabilidade acesse o menu Arquivos > Configuração para o Transparência Cloud e na tela da configuração informe os campos solicitados. Lembre-se de marcar a opção Carga Inicial para a primeira carga.