A partir das fotos do cadastro de alunos, no sistema Educação (cloud), ou da frequência e desempenho escolar, no sistema Ambiente do professores

Por meio do pacote de Scripts [Educação] Reconhecimento facial é compartilhado o script [Attendance] – Carga inicial template que deve ser executado para uma carga inicial durante a implantação do recurso, depois disso todas as alterações de fotos no sistema Educação (cloud) ou Ambiente dos professores faz a atualização de forma automática.

Cada escola deve disponibilizar um computador com um recurso desenvolvido pela Betha Sistemas chamado “Agente do reconhecimento facial”. Ele é responsável por coletar, interpretar, compilar e enviar os dados dos dispositivos para as fontes de dados que os sistemas Educação (cloud) e Ambiente dos professores têm acesso.

O agente de reconhecimento facial deve ser instalado em uma máquina Windows 7 ou superior, conectada na mesma rede local em que os dispositivos estão operando, na mesma sub rede em que o(s) dispositivo(s) se encontram instalados.

Além disso, é necessário a instalação do Java RE (Java Runtime environment) com as versões 1.8.0_221 – 1.8.0_291 na máquina escolhida para instalação do agente.

O download do executável de instalação está neste link aqui.

O log de execução do agente contém dados sobre a versão. É um arquivo chamado “betha-iot-agent.out”, por padrão encontra-se no diretório C:\betha\agente.

Sim, a partir da versão 1.3.2 do agente, as atualizações devem ser automáticas, pois, isso vem habilitado por padrão.

 Os logs de execução do agente são arquivos para registrar as ocorrências do agente e estão divididos em 3 tipos de arquivos diferentes, que ajudam na resolução de problemas técnicos e podem ser abertos em qualquer editor de textos disponível – como o Bloco de Notas.

  • betha-iot-agent.out.log: É o principal arquivo de log e contém dados sobre a conectividade no agente, na maioria dos casos este arquivo vai exibir as informações fundamentais para resolver problemas.
  • betha-iot-agent.err.log: É um arquivo de log exclusivo para erros excepcionais.
  • betha-iot-agent.wrapper.log: Aqui ficam os logs do gerenciamento do agente relacionados ao serviços do Windows.

Sim. As configurações e contexto de execução do agente podem ser alteradas a qualquer momento seguindo estes passos:

  • Abrir um prompt de comando com privilégios de administrador;
  • Usar o comando cd c:\betha\agente para entrar na pasta de instalação
  • Usar o comando betha-iot-agent.exe stop para interromper o agente temporariamente.
  • Abrir o arquivo betha-iot-agent.xml (com editor de textos) e alterar as configurações desejadas.
  • Executar o comando betha-iot-agent.exe start para iniciar o agente novamente.

São comandos para habilitar ou desabilitar funções do agente de reconhecimento facial. Veja cada um deles a seguir:

  • betha.agent.auto-updates.enabled: Habilita o recurso de atualização automática
  • betha.agent.operators.pull-rate: Define o intervalo entre cada verificação de novos eventos de sincronização (em milissegundos)
  • betha.agent.operators.push-rate: Define o intervalo entre cada verificação de novas presenças nos dispositivos (em milissegundos)
  • system-id: Define o código interno dos sistemas Betha (cloud)
  • oauth.user: Define o usuário da Central de usuários Betha
  • oauth.password: Define a senha do usuário
  • oauth.user-access: Define o User-Acess do usuário
  • oauth.app-context: define o App-Context
  • logging.level.com.betha.bfc.biosdk.operator: Define quais mensagens são mostradas nos logs de execução (valores válidos: DEBUG, INFO, WARN)
  • Executar o comando betha-iot-agent.exe start para iniciar o agente novamente.

Você deve encontrar mensagens sobre as fotos inconsistentes contendo link para tal imagem, eventos com fotos sem máscara, finalização da carga inicial entre outras conforme o modelo do dispositivo instalado.

  • Executar o comando betha-iot-agent.exe start para iniciar o agente novamente.

Você precisa informar corretamente os parâmetros do log. Os parâmetros oauth.user-access e  oauth.app-context são únicos e por usuário. Além disso, devem ser encontrados acessando o sistema no contexto da esc.