Para os lançamentos realizados no Tributos, para prorrogar as datas de vencimento para todos os contribuintes é por meio da rotina:

Módulo Lançamento > Processos > Antecipação/Prorrogação de Vencimento Geral.

1- Para realizar a prorrogação do vencimento geral acesse a rotina, informe a receita desejada e clique em consultar.

Serão apresentadas todas as configurações cadastradas para essa receita, apresentando também a coluna Vcto (vencimento atual) e Novo Vcto, esta última a qual você deve informar o novo vencimento.

Marque no início da linha o check-box, de quais configurações/parcelas você deseja alterar o vencimento e clique no botão <Prorrogar>.

2- Para prorrogar as datas de vencimento para os contribuintes de forma individual é por meio da rotina:

Módulo Lançamento > Processos > Antecipação/Prorrogação de Vencimento Parcial.

3 – Para prorrogar as datas de vencimento de acordos da dívida ativa é por meio da rotina:
Módulo Dívida Ativa > Processos > Prorrogação de Vencimento

4- Tratando de guias de ISS do sistema Livro Eletrônico e e-Nota, deve-se acessar no sistema correspondente, o cadastro da competência em:

Cadastros > Financeiros > Competência

Nesta tela é possível alterar o vencimento das competências. Não sendo possível a alteração para contribuintes específicos.

Lembrando que caso o contribuinte queria pagar com a guia atualizada, ele terá que reabrir a declaração no livro eletrônico e encerrar novamente para gerar uma nova guia. No e-Nota o contribuinte deve cancelar a sua guia e gerar uma nova.

Para realizar o envio dos dados do Tributos (Desktop) para o Transparência Fly você deve acessar o Gerenciador de Arqjoblets por meio do menu Utilitários > Gerenciador de Arqjoblet > Transparência.

Preencha os seguintes campos de acordo com as informações solicitadas, lembrando que:

  • Chave de acesso: Token do Transparência;
  • Caminho: Criar uma pasta dentro do C: para ser o caminho do arquivo;
  • Ano: A partir de qual ano serão enviadas as informações ao transparência;
  • Receita IPTU: Inserir o código da receita utilizada no tributos;
  • Receita ISS: Inserir o código da receita utilizada no tributos;
  • Quantidade de contribuintes: Quantidade limite de contribuintes que serão enviados por carga; 
  • E-mail para retorno: E-mail que será informada sobre a situação do envio das cargas.

O recurso F2 depende da permissão concedida pelo administrador, para que seja dado a permissão para algum usuário você deve habilitar a seguinte permissão:

Se você for cancelar um lançamento indevido e se deparar com a seguinte mensagem significa que o sistema está configurado para supervisionar o processo e não há nenhum supervisor definido para validar o procedimento que você deseja realizar:

Veja que ao acessar o Módulo Administrador > Configurações Gerais, o campo Supervisionar Processo estará definido como Sim.

Neste caso é preciso definir se de fato há a necessidade de validação dos cancelamentos, não havendo basta alterar o campo para a opção Não e gravar.

Caso haja necessidade de supervisionar o processo, você deve solicitar ao administrador do sistema a seguir os passos abaixo: 

1 – Acessar a tela de Usuários através do Módulo Administrador > Controle > Usuários, a tela abaixo irá demonstrar a relação de usuários do sistema:

Você deve selecionar o usuário que será responsável pela supervisão de processos e clicar no botão Permissões.

2 – Selecione a aba Supervisionar processo, conforme imagem abaixo

Nesta etapa deve ser visto se o usuário irá supervisionar as movimentações de cancelamento de lançamento e/ou as movimentações da situação das dívidas, caso seja os dois, clique no botão Todos. Sendo somente um, basta clicar em cima da opção desejada e clicar com o botão direito do mouse indicando a opção válida conforme exemplo abaixo: 

3 – Com a permissão concedida, quando o usuário for realizar o cancelamento irá solicitar a validação do usuário conforme demonstração abaixo:

OBSERVAÇÃO: Na tela acima terá a opção de solicitar que o supervisor valide informando a senha ou marcando a opção para validar posteriormente através da opção Aguardar liberação do supervisor.

4 – Caso a opção escolhida seja para aguardar, o supervisor terá que acessar o Módulo Lançamento > Processos > Supervisionar Processo, e realizar a validação por meio da seguinte tela:

 

Sim, houve uma alteração no layout dos arquivos de baixa do Simples Nacional, e agora é possível também realizar a importação de arquivos que se referem a uma pessoa física através do seu CPF, dessa forma, caso no arquivo baixado esteja informado um número de CPF, o pagamento será lançado para o CNPJ corresponde.

OBS: Para que esse procedimento seja realizado com sucesso é necessário atualizar o Tributos para a versão 4.3.39 atualiza 11.

Para realizar o cancelamento de um protesto enviado que ainda não foi protestado, você deve utilizar a seguinte rotina através do módulo Dívida Ativa:  Utilitários > Consulta e Utilitários > Consulta e Utilitários > Consulta e Utilitários > Consulta e Utilitários > Consulta e Manutenção da Dívida, inserir o número da dívida desejada e clicar em Solicitar Desistência.

Caso o título já esteja protestado, você deve realizar a mesma rotina, clicando em Solicitar Cancelamento.