Novidades e melhorias do sistema Compras (Desktop)

Algumas adequações foram realizadas no sistema Compras (Desktop), versão 3.8.27-077, para cumprimento da obrigatoriedade da EFD-Reinf. Dentre elas estão: 

Foi disponibilizado um novo campo Tipo do Produtor Rural no ambiente de Cadastro de Fornecedores. Vale ressaltar que o campo será habilitado apenas quando o campo Produtor Rural estiver selecionado. Para acessar a novidade, clique no menu: Arquivo > Fornecedores.

Quando o fornecedor cadastrado for Pessoa Física, o sistema apresentará as seguintes opções para seleção:

  • Não informado;
  • Aquisição de produção de produtor rural pessoa física ou segurado especial em geral;
  • Aquisição de produção de produtor rural pessoa física ou segurado especial em geral por entidade executora do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA;
  • Aquisição de produção de produtor rural pessoa física ou segurado especial em geral – Produção isenta (Lei 13.606/2018);
  • Aquisição de produção de produtor rural pessoa física ou segurado especial em geral por entidade executora do PAA – Produção isenta (Lei 13.606/2018);
  • Aquisição de produção de produtor rural pessoa física ou segurado especial para fins de exportação.

Já se o Fornecedor cadastrado for Pessoa Jurídica, o sistema apresentará as seguintes opções para seleção:

  • Não informado;
  • Aquisição de produção de produtor rural pessoa jurídica por entidade executora do PAA;
  • Aquisição de produção de produtor rural pessoa jurídica por entidade executora do PAA – Produção isenta (Lei 13.606/2018).

Importante! 

Vale ressaltar que para os fornecedores já existentes nas bases de dados, o novo campo foi preenchido como: Não Informado.

Foi disponibilizado um novo campo Contrib. Prev. Rec. Bruta que está disponível na tela de Cadastro de Fornecedores, o mesmo não será de preenchimento obrigatório mas apresentará as seguintes opções:

  • Não informado;
  • Não é contribuinte da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB) – Retenção 11%;
  • Contribuinte da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB) – Retenção 3,5%.