Novidades e melhorias do sistema Contábil (Cloud)

O ambiente citado agora conta com novos critérios de pesquisas, os quais ampliam e agilizam a busca por informações. 

Acessado por meio da Visão geral ou pelo menu Executando > Receita, agora é possível realizar a pesquisa de valores, seja da arrecadação total ou apenas o valor de uma das receitas. Ao clicar em Pesquisa avançada, observe que em Outras opções (FILTROS PADRÃO) está disponível o novo critério de busca Aplicar intervalo em. 

A partir desta liberação o widget Origens a pagar está aprimorado e agora apresenta os registros que não possuem saldos, seja as origens como seus recursos.

Primeiramente para localizá-lo, acesse o ambiente Despesas extras por meio da Visão geral ou menu Executando > Despesa. Ao lado direto da tela, observe que há o ícone Configurar em forma de engrenagem. Clique sobre ele e ative a opção Habilitar gerenciamento de origem. Com isso, ao clicar sobre a origem é possível realizar o seu gerenciamento, bem como, dos recursos vinculados a ela, estejam com saldos ou não.

Observe pela demonstração acima que os registros com valores zerados são apresentados mas o sistema não permite reconhecê-los. 

Ao realizar a emissão de notas e relatórios em ambientes, como por exemplo de Empenhos, quando selecionado o parâmetro Enviar relatório para solicitação de assinaturas(s) ao finalizar a execução, o sistema gravará a seleção desta opção e as assinaturas informadas.

Essa melhoria se aplica às todas as notas e relatórios  relacionados aos seus ambientes e que possuem o parâmetro de envio de solicitação de assinaturas, ou seja, o ambiente de Empenhos possibilita a emissão de notas e relatórios, os quais permitem solicitar assinaturas, logo, as assinaturas estarão salvas pelo sistema conforme a última seleção da emissão.

Durante o mês de março e abril foram realizadas inúmeras adequações no sistema Contábil. Dentre elas, as legais, que já são de seu conhecimento, contemplam por exemplo a geração do SIOPE e SIOPS, a emissão dos Anexos da DCA, bem como, a emissão dos Anexos do RREO e RGF, este liberado a partir desta publicação.

Conforme o mapeamento e leiautes publicados pela STN por meio do MDF 11ª Edição, os Anexos dos RREO e RGF foram alterados e estão adequados perante as novas orientações das Sínteses publicadas. Abaixo você acompanha quais Anexos já podem ser emitidos conforme o novo mapeamento.

  • Anexo 01 – Balanço Orçamentário;
  • Anexo 02 – Demonstrativo da Execução das Despesas por Função/Subfunção;
  • Anexo 03 – Demonstrativo da Receita Corrente Líquida;
  • Anexo 04 – Demonstrativo das Receitas e Despesas Previdenciárias;
  • Anexo 06 – Demonstrativo dos Resultados Primário e Nominal;
  • Anexo 07 – Demonstrativo dos Restos a Pagar por Poder e Órgão;
  • Anexo 08 – Demonstrativo das Receitas e Despesas com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino – MDE;
  • Anexo 12 – Demonstrativo das Receitas e Despesas com Ações e Serviços Públicos de Saúde;
  • Anexo 13 – Demonstrativo das Parcerias Público-Privadas;
  • Anexo 14 – Demonstrativo Simplificado do Relatório Resumido da Execução Orçamentária.
  •  Anexo 01 – Demonstrativo da Despesa com Pessoal – Estados, DF e Municípios;
  • Anexo 02 – Demonstrativo da Dívida Consolidada Líquida;
  • Anexo 03 – Demonstrativo das Garantias e Contragarantias de Valores;
  • Anexo 04 – Demonstrativo das Operações de Crédito;
  • Anexo 06 – Demonstrativo Simplificado do Relatório de Gestão Fiscal.

Os anexos podem ser acessado por meio da tecla F4, pelo menu Executando > Artefatos > Relatórios ou por meio do menu Utilitários > Gerenciador de relatórios. Vale lembrar ainda que eles estão agrupados por meio das tags LRF RREO 2021 e LRF RGF 2021 para melhor acesso e visualização.

Na tela de emissão de cada um dos Anexos do RREO e RGF é possível acessar a Central de Ajuda específica, com o todas as orientações necessárias para compreensão dos valores emitidos pelo sistema. É isso mesmo!

No canto superior direito você possui um link Documentação e a acessá-lo, você será direcionado para a página de ajuda no respectivo Anexo que deseja emitir. Nela são repassadas orientações e adequações para este ano de 2021, bem como, um modelo com o leiaute e regras de cálculo para download.

Diante da disponibilização dos Anexos da LRF para emissão, nesta liberação também está possibilitada a geração do arquivo referente ao RGF para envio ao SICONFI.

Localize o script de geração por meio da tecla F4 > FILTRAR POR Scripts, pelo menu Executando > Artefatos > Relatórios ou por meio do menu Utilitários > Gerenciador de scripts.

Na tela de geração do arquivo, é importante destacar que o campo Poder possibilita a busca de dados das APIs da STN ou a busca dos registros do próprio sistema Contábil.

Conforme a imagem abaixo, você possui duas opções para cada Poder:

  • Executivo ou Executivo (atualizado);
  • Legislativo ou Legislativo (atualizado).

Selecionando a primeira opções (Executivo ou Legislativo), você estará gerando o arquivo ao SICONFI com dados já transmitidos a STN, considerando os Anexos que também possuem essa opção na emissão, ou seja, a busca de dados nas APIs da STN.

Se optar pela segunda opção (Executivo (atualizado) ou Legislativo (atualizado)) a geração contemplará apenas os dados presentes no sistema Contábil.


Essa novidade de busca dos dados nas APIs da STN, possibilita a você maior veracidade das informações já transmitidas em comparação com aqueles que constam no sistema e evita até mesmo, inconsistências no envio dos arquivos.

Novas alterações foram realizadas e a linha (-) Despesas Custeadas com Disponibilidade de Caixa Vinculada aos Restos a Pagar Cancelados (XV) está adequada para 2021, conforme as seguintes regras abaixo.

Para o estado de Santa Catarina, considera:

  • Natureza de despesa com modalidade (3ª e 4ª dígito) igual a 95 (exemplo 3.3.95.30.01);
  • Função da despesa igual a 10;
  • Subfunções diferente de: 241, 242, 243, 244, 511, 512, 541, 542, 543, 544, 545;
  • Recursos com 3º e 4º dígito igual a 02 e que possua o Indicativo de superávit financeiro.

Para os demais estados (padrão federal), considera:

  • Natureza de despesa com modalidade (3ª e 4ª dígito) igual a 95 (exemplo 3.3.95.30.01);
  • Função da despesa igual a 10;
  • Subfunções diferente de: 241, 242, 243, 244, 511, 512, 541, 542, 543, 544, 545;
  • Considera o Marcador “ASPS: Impostos e transferências destinados ASPS” no cadastro de Empenhos ou Recursos, bem como, o Indicativo de superávit financeiro também no cadastro de Recursos.

A partir desta liberação, já está possibilitada a geração, envio e cancelamento de dados dos Atos Jurídicos provenientes dos sistemas Contábil e Convênios.

Vale ressaltar que toda essa rotina para cumprimento legal ao e-Sfinge Online (envio diário) deste ano, é gerada por meio do sistema Prestação de Contas. Nele consta o script de geração e envio, bem como, de cancelamento dos dados.

Para saber mais detalhes, acesse a página da Central de Ajuda por meio do link ao lado.

e-Sfinge Online de Atos Jurídicos

Já está disponível no Contábil a geração do SIOPE para 2021. São muitas as alterações realizadas para este ano no Programa SIOPE e demais artefatos que envolvidos na geração de informações orçamentárias em educação, como no Anexo 08 do RREO. 

Então clique ao lado e conheça todos os detalhes sobre como realizar a geração do arquivo, configurações, bem como, as regras de cálculo de cada linha.

Central de Ajuda SIOPE

A partir desta liberação, ao inserir um cadastro de Despesa extra, oriunda de uma Retenção, por meio do widget Origens a pagar, o sistema realizará a sugestão do Credor e sua Conta bancária.