Central de novidades do sistema Contábil

Outras publicações



Hoje foi liberado o novo script Inserir marcadores. Ele possibilita que, no momento da migração/implantação, a equipe responsável tenha autonomia para a inserção dos Marcadores nas entidades, mas principalmente, agilidade na disponibilização para utilização nos cadastros de Despesas, Receitas, Recursos e Empenhos.

Por meio do ícone Utilitários > Gerenciador de scripts busque por Inserir marcadores. Após clique em EXECUTAR e insira o Token de conversão.

Uma vez executado em qualquer entidade, por exemplo Prefeitura, de um mesmo database, você não precisa realizar novamente em outra, como no Fundo de Saúde e demais. O script realizará a inserção dos Marcadores padrões em todas as entidades.

Após a execução, realize as devidas conferências nas entidades daquele mesmo database. Para isso, acesse o ícone de Pesquisa > Marcadores:

Também é possível acessar o Log execução e visualizar o retorno via Service Layer de cada registro inserido.

Eles são utilizados na geração de dados para as prestações de contas federais, como o SIOPE, bem como na emissão dos Anexos da LRF (RREO e RGF).

Essa importância se reflete principalmente na geração e emissão dos dados pelas entidades que não possuem configurações estaduais por Recurso. Logo, as regras utilizadas pelo Contábil são aplicáveis à utilização dos Marcadores no cadastro de Despesa, Natureza de Receita, Recurso e Empenho.

A suíte Betha é composta por vários sistemas e soluções em áreas distintas. Apesar destes sistemas serem independentes, uma característica em comum entre eles é a busca pela melhor experiência do usuário. Sendo assim, a suíte fornece soluções focadas no compartilhamento de informações que podem ser reaproveitadas entre sistemas de áreas distintas ou em uma mesma área. 

Conforme já consta da Central de Ajuda, de forma simplificada, o Cadastro Único tem como objetivo fornecer um mecanismo para que uma informação cadastral seja compartilhada entre sistemas distintos. A ferramenta é flexível, permitindo funcionamentos diferentes para cada cadastro. Fornece recursos como sincronização parcial de registros, geração de pendências cadastrais para aprovação do usuário, criação de regras de sincronização por sistema ou por campo, entre outros.

A interação entre sistemas com Cadastro Único funciona por meio de eventos. Isto é, são realizadas sincronizações entre os sistemas utilizando serviços oferecidos por ele. Quando um registro é incluído, por exemplo um Fornecedor no sistema Compras, este envia a informação para a ferramenta, a qual condicionada a identificar de que se trata de uma pessoa, armazenando esta informação e deixando-a disponível para que outros sistemas possam utilizá-la, como o Contábil.

Os sistemas Cloud foram construídos prezando pela autonomia e independência. Sendo assim, o Cadastro Único fornece recursos que permitem que cada sistema configure sua interação com base no que for relevante, definindo quais cadastros e quais campos serão sincronizados com outros sistemas. 

Atualmente constatou-se que muitas entidades, usuárias do sistema Contábil, possuem Credores com CPF zerado. Isso mesmo!

Mas por quê?

Porque são cadastros oriundos dos sistemas Saúde e Educação, os quais não exigem CPF para realizar a inclusão de um paciente ou aluno, respectivamente. Logo, a configuração do Cadastro Único do sistema Contábil está realizada de forma indevida, uma vez que esses registros estão integrando de forma automática.

Com acesso por meio do Contábil, clique em Utilitários > Pendências Cadastrais. Localize no menu lateral esquerdo CREDORES. Após, por meio do botão CONFIGURAÇÕES, você iniciará as condições de sincronização das informações oriundas de outros sistemas para o Contábil.

Para a sincronização de Credores, perceba no na imagem abaixo, que a seleção da opção Cadastro, na etapa 1 é mais indicada. 

Com a seleção anterior, é possível clicar sobre a etapa 2 e dar continuidade nas configurações. Perceba que há quatro opções para seleção:

Sempre sincronizar – todos os sistemas que possuem cadastros com o contexto voltado para pessoas, como fornecedores, credores, concedentes, responsáveis etc., ao realizar qualquer inclusão, alteração ou exclusão será recepcionada pelo Contábil automaticamente. Por isso essa opção não é a mais aconselhável. Fique atento!

Nunca sincronizar – como já determina, essa configuração é o inverso da anterior. Também não é aconselhável, pois o Contábil recebe muitas solicitações de empenhos do sistema Contrato e Compras, onde as alterações e inclusões de pessoas são oriundas desses. Então, quando recebida um solicitação, o sistema Contábil solicitará que você realize o cadastro manualmente para poder reconhecer e empenhar a despesa.

Gerar pendência – quando enviado alguma alteração, exclusão ou inclusão referente ao registro de pessoas, este ficará pendente no sistema Cadastro Único e será necessário você acessá-lo e aceitar tal ação para que integre com o Contábil.

Configurar por sistema – essa opção é a mais aconselhável para a sincronização de informações referentes aos registros de pessoas. Veja abaixo o porquê.

Ao selecioná-la e clicar em Configurar (botão em formato de lápis), uma tela com todos os sistema que possuem o contexto pessoas será apresentada. Nela você deverá configurar cada um e escolher o TIPO DE SINCRONIZAÇÃO

Este processo é muitíssimo importante para garantir que informações desnecessárias não sejam façam parte dos ambientes do sistema Contábil e garante mais agilidade na busca e utilização dos mesmos no momento de um empenhamento, cadastro de diária ou adiantamento entre outros.

Fique ligado! A partir do dia 30 de novembro, as APIs de Fontes do sistema Contábil (Cloud) estarão com um novo endereço.

Atualmente muitas entidades fazem uso das nossas fontes de dados para extração de diversas informações, tudo com objetivo de reuni-las para maior gestão e controle das movimentações orçamentárias, contábeis e financeira do município.

Este comunicado visa alertar, principalmente à área de Tecnologia da Informação das entidades, para que efetuem todas as alterações necessárias para o novo endereço nos seus sistemas que fazem uso das nossas APIs.

Veja um exemplo de como era e como ficará o novo endereço das APIs de Fontes de Dados respectivamente!

Para aqueles que fazem uso das nossas fontes de dados por meio do Gerenciador de scripts e do Gerenciador de relatórios, não serão afetados. Isso porque, a consulta realizada nas ferramentas citadas redirecionará os comandos automaticamente para o novo endereço.

Conforme informativo publicado dia 09/07/2021, o qual divulgou a possibilidade da geração do Complemento de valor do empenho e em continuação ao desenvolvimento dos recursos que evolvem essa rotina de execução orçamentária, está disponível o Service Layer Cadastro de complemento de empenho, bem como, a possibilidade de habilitar o Complemento de valor para a entidade que desejar.

A imagem do Service Layer abaixo apresenta as APIs relacionadas ao registro de Complemento de valor, documentações essas, acessadas por meio da Central de Ajuda > Camada de serviços > Serviços de migração.

Mas, para para habilitar a opção Complementar valor do empenho à entidade que desejar utilizá-la, deve ser acessado o Service Layer Cadastros de parâmetros globais, também disponível em Serviços de migração na Central de Ajuda.