Novidades e melhorias do sistema Contabilidade (Desktop)

Já está disponível no sistema Contabilidade o arquivo para a prestação de contas do SIOPE, porém o mesmo ainda não sofreu alterações no leiaute, pois não houve publicação de uma nova versão válida para 2022. Acesse o Módulo Financeiro por meio do menu: Gerenciador de Arqjoblets > SIOPE 2022 > Gerar arquivo do SIOPE. Conforme o anexo abaixo:

A partir da presente data, os arquivos para a geração da Matriz de Saldos Contábeis -MSC para 2022, já estão adequados conforme estabelecido pela STN no dia Publicação do dia 05/11/2021. Dentre as alterações estão:

  • Removidos o IC7 e TIPO7;
  • Substituição das nomenclaturas do Complemento da Fonte, onde em 2022 agora o sistema irá gerar o CO – Código de Acompanhamento da Execução Orçamentária.

Para emitir o arquivo acesse o sistema no módulo financeiro por meio do menu: Utilitários > Gerenciador de Arqjoblet > SICONFI 2022 – Matriz de Saldos Contábeis. Conforme o anexo abaixo:

Recentemente no sistema Contabilidade, foi adequado o leiaute de importação do arquivo de integração com a Folha, sendo possibilitado a importação do arquivo com detalhamento de 10 dígitos. Com as seguintes condições:

  • Nos estados que possuem apenas 6 dígitos no cadastro de parâmetros, será gerado 4 dígitos à esquerda.
  • Ao estado do Mato Grosso a partir de 2022 será gerado 3 dígitos à esquerda.

As adequações estão disponíveis no Módulo Financeiro por meio dos seguintes menus:

Informamos que foi inserido um novo campo no Cadastro de Considerações para a prestação de contas SICOM de 2022 do Estado de Minas Gerais, chamado Arquivo. Ao selecioná-lo, duas novas opções estão disponíveis para a geração do arquivo: CONCIBANC e DIPR. A novidade está disponível por meio do menu: Validador > Configurações para geração dos arquivos > Considerações.

Conforme as demonstrações abaixo:

Foram adicionados dois novos tipos de responsáveis na funcionalidade  Cadastro de Responsáveis  para a prestação de contas do SICOM 2022 de Minas Gerais, são eles: Tesoureiro e Responsável pelo orçamento municipal. A novidade está disponível por meio do menu: Módulo Orçamento > Arquivos > Cadastrais > Responsáveis > Tipo, conforme a imagem abaixo:

Já está disponível no sistema Contabilidade a geração do PAD 2022, porém o mesmo ainda não sofreu alterações no leiaute, pois não houve publicação de uma nova versão  pelo TCE do RS. Para emitir o arquivo ArqJoblets acesse o Módulo Financeiro por meio do menu: Utilitários > Gerenciador de ArqJoblets > TCE-RS-PAD – 2022. Conforme o anexo abaixo:

O estado do Mato Grosso está entre os estados que já aderiram ao novo rol de fonte de recursos conforme a Portaria 710/2021. O sistema Contabilidade já está adequado para a contabilização dos descontos pelo recurso padrão da conta da retenção.

Foram realizadas as seguintes alterações:

  • Disponibilizada a geração automática da despesa extra quando efetuada a liquidação;
  • O sistema verificará se existe um recurso padrão na conta da retenção extra, e caso não exista, irá solicitar o vínculo.
  • Ao realizar os cadastros de Liquidação, anulação de liquidação, Liquidação de empenho anterior ou anulação de liquidação de empenho anterior, o sistema irá contabilizar na conta da retenção e na conta de máscara iniciada em 821130X% (exceto a conta de máscara 8211301 pois esta deve ser baixado o recurso do empenho) contabilização a fonte de recurso que estiver padrão na conta  e não no recurso do empenho.

Como por exemplo: Um empenho de R$ 100,00 cujo fonte de recursos é 501 e para o recurso da retenção extra o recurso 860 Recursos de Depósitos de Terceiros. A contabilização ficará da seguinte forma:

D 6.2.2.1.1.xx.xx Crédito Disponível

C 6.2.2.1.3.01.xx Crédito Empenhado a Liquidar – Fonte de recursos 501

D 8.2.1.1.1.xx.xx DDR – – Fonte de recursos 501

C 8.2.1.1.2.xx.xx DDR comprometida por empenho – Fonte de recursos 501

D 3.x.x.x.x.xx.xx Variação Patrimonial Diminutiva – VPD de R$ 100,00

C 2.1.x.x.x.xx.xx Passivo Circulante (F) – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00:

C- 2.1.8.8 Fonte de recursos 501 de R$ 10,0

D 8.2.1.1.2.xx.xx DDR comprometida por empenho – – Fonte de recursos 501 de R$ 100

C 8.2.1.1.3.01.xx DDR comprometida por liquidação – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00:

C 8.2.1.1.3.02.xx DDR comprometida por retenção- Fonte de recursos 860 de R$ 10,00

D 6.2.2.1.3.03.xx Crédito Empenhado Liquidado a Pagar de R$ 90,00:

C 6.2.2.1.3.04.xx Crédito Empenhado Liquidado Pago de R$ 90,00:

D 8.2.1.1.2.xx.xx DDR comprometida por empenho – – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00

C 8.2.1.1.3.01.xx DDR comprometida por liquidação – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00

D 2.1.x.x.x.xx.xx Passivo Circulante (F) – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00:

D 1.1.1.1.x.xx.xx Caixa e equivalente a caixa (F) – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00

E para dar baixa no saldo da conta devido ao valor pago líquido do empenho:

D 8.2.1.1.3.01.xx DDR comprometida por liquidação – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00

C 8.2.1.1.4.xx.xx DDR utilizada – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00

Ao ser inserida a despesa extra o sistema irá automaticamente sugerir no campo recurso o recurso padrão da conta conforme utilizado na retenção. Os lançamentos da despesa extra serão gravados com recurso da despesa extra com exceção a descontos orçamentários.

D 2.1.x.x.x.xx.xx Passivo Circulante (F) – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00:

D 1.1.1.1.x.xx.xx Caixa e equivalente a caixa (F) – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00

E para dar baixa no saldo da conta devido ao valor pago líquido do empenho:

D 8.2.1.1.3.01.xx DDR comprometida por liquidação – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00

C 8.2.1.1.4.xx.xx DDR utilizada – Fonte de recursos 501 de R$ 90,00