Versão 4.3.37

Conheça as novidades do sistema Tributos (Desktop).

– Adequação do Tributos (Desktop) ao site de consulta da Receita Federal​

Sempre atento às mudanças e evoluções, o Tributos (Desktop) foi adequado, a partir da versão 4.3.37-004,  ao novo site de consulta da Receita Federal.

Para o usuário do sistema, nada mudou! Este continuará realizando as consultas por meio no Cadastro de Pessoas, botão Consulta de dados na Receita Federal.

IMPORTANTE: O navegador Internet Explorer deve estar a partir da versão 11.

– Novo layout na importação do arquivo de INSCOBRA

Você sabia que o layout de importação do arquivo de INSCOBRA sofreu alterações?

Agora, ele conta com a versão 2.0. 

Com isso, o Tributos (Desktop) foi adequado, para que a partir da versão 4.3.37-002, possa incluir novos campos para serem importados ao sistema. A tela de importação não sofreu impacto, porém será necessário optar pelo Tipo de Baixa 2.0:

Com relação as alterações visuais das funcionalidades, para atender ao novo layout, agora, no Cadastro de Dívida, o campo Comentário Geral é alimentado, via importação com os itens 40, 46 e 49 do Registro 1 – Identificação dos débitos do layout versão 2.0.; e para importação ou inserção manual foi disponibilizado o campo Data Base Prescrição (INSCOBRA):

Ademais, em virtude de o arquivo do INSCOBRA poder ter mais de um tipo de lançamento e natureza foram incluídos novos campos na Configuração do econômico, a fim de o sistema possa identificar quais tipos de débito estão sendo importados:

Quando o tipo da natureza for:

  • 02 – Principal com multa de ofício, será lançado no sistema nas sub-receitas informadas no item Receita ISS fora mun. Simples ou Receita ISS Variável Simples.
  • 03 – Multa de ofício, será lançado no sistema nas sub-receitas informadas no item Receita ISS fora Mun. Infração e Receita ISS Var. Simp Infração.

– Melhorias para estados específicos

Fomos comunicados pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina através da RESOLUÇÃO CONJUNTA GP/CGJ nº 25 sobre a criação da Unidade Regional de Execuções Fiscais Municipais e Estaduais.

Segundo a resolução os novos processos de execução fiscal ajuizados, das comarcas abaixo destacadas, deverão obrigatoriamente ser encaminhados à Unidade Regional de Execuções Fiscais Municipais e Estaduais.

Para as comarcas impactadas pela resolução as seguintes configurações devem ser Inseridas no sistema, no Cadastro de Locais de Tramitação, Comarca 23 – Capital; e Competência 281 – Unidade Regional – Execução Fiscal Municipal:

Após adicionados as informações necessárias na tela de locais de tramitação, você deve realizar alterações nas Configurações da Execução Fiscal Virtual, alterando o campo Comarca para 23 – Capital e a Vara vinculada, no Cadastro de Locais de Tramitação, com a competência 281:

Para mais informações leia a resolução na íntegra!

O sistema Tributos (Desktop) foi adequado, agora, é possível realizar o envio das CDAs para os cartórios de protesto do estado de São Paulo, seguindo o layout IEPTB-SP.

Especificamente para entidades deste estado, foram disponibilizados arqjoblets que efetuam a interação com sistemas de cartório para protesto de dívidas.

Então, quando acessar a funcionalidade Integração com Cartório disponível no módulo Dívida ativa > Processos > Integração de Protesto com Cartórios > Integração com Cartório, será exibido o arqjob sugerido como padrão Integração com Cartórios – Envio de Protestos – SP, esse arqjob é editável, permitindo customizações sem necessidade de intervenção do desenvolvimento.

Na funcionalidade de Consulta e Manutenção da Dívida em Protesto, disponível no módulo Dívida ativa > Processos > Integração de Protesto com Cartórios > Consulta e Manutenção da Dívida em Protesto, ao executar as movimentações como buscar movimentações, solicitar desistência, cancelamento, entre outros, será exibida uma janela para seleção do arqjob que deseja executar, já contendo o padrão sugerido pela Betha:

Para ficar por dentro da usabilidade da rotina acesse o treinamento Realizando a integração eletrônica com Cartórios para Protesto de dívidas, no Konviva.

– Informação do lançamento e parcela que originou um lançamento complementar gerado por diferença de pagamento

A partir da versão 4.3.37, do Tributos (Desktop) é possível identificar o lançamento/parcela original de lançamentos complementares gerados pelo Limite de Diferença dos Pagamentos. Estes lançamentos são gerados, quando o contribuinte efetua o pagamento abaixo do valor devido e o limite de arrecadação do município está configurado.

Para tanto, foi adicionado na Consulta da Situação do Contribuinte (F11) e na Consulta de lançamentos a informação que a parcela foi gerada pelo limite de diferença de pagamento, adicionando o lançamento e a parcela que originou o mesmo.