Release de Inverno/2018

Conheça as novidades do sistema Educação (Cloud):
–  Disponibilização do novo Layout

O sistema Educação (Cloud) está de cara nova!

Com o intuito de manter um layout cada vez mais inovador, proporcionando maior agilidade e visualização das informações, melhoramos o visual do sistema, tornando-o mais intuitivo e interativo com seus usuários.

Fique tranquilo!

A execução das rotinas ocorrem da mesma forma. Você pode realizar suas atividades normalmente, o que mudou foi a visualização, trazendo um maior conforto e melhor usabilidade.

Veja algumas mudanças:

Na Visão Geral do sistema, o Layout foi ajustado para tornar-se mais atrativo e interativo com os usuários:

Também tivemos novidades nas Notificações, agora, quando for concluído um Cadastro ou uma Exclusão, as notificações foram adequadas conforme apresentado na imagem abaixo:

Outra mudança está nos cadastros. Quando estes possuem abas, a aba que está em edição irá ficar em destaque, conforme imagem abaixo:

Outras mudanças de Layout poderão ser vistas com a utilização do sistema.

– Disponibilização dos resultados finais dos alunos por Área de Conhecimento

No Release de outono, o sistema Educação (Cloud), disponibilizou a 1ª etapa do registro de Desempenho por  Área de Conhecimento.

Sempre em busca de atender a legislação que rege o sistema Educacional, a partir da entrega do Release de Inverno, será possível obter o Resultado Final dos alunos por Área de Conhecimento.


Os cadastros/rotinas adaptados foram:

  • lançamento de desempenho escolar por áreas de conhecimento;
  • encerramentos de períodos avaliativos e período letivo por área de conhecimento;
  • fórmulas padrões para considerarem o resultado dos alunos por área de conhecimento;
  • adição de informações das áreas de conhecimento na fonte listagem de itens de históricos escolares de matrículas;
  • matrícula de progressão parcial por área de conhecimento.

Desta forma, agora é  possível visualizar a média da área de conhecimento de todos os períodos avaliativos, exames finais, conselho de classe, média final, bem como resultado do aluno por área de conhecimento.

– Controle do turno que o aluno frequenta, em turmas de período integral

Dentro da área Educacional, existem os mais variados cenários nos estabelecimentos de ensino, isso porque cada um deles se adapta a necessidade local.

Dentre esses cenários existem situações em que alunos são matriculados no período integral, entretanto, por algum algum motivo em particular, frequentam os estabelecimentos de ensino somente em um turno, como por exemplo o matutino, logo, o período vespertino ficaria livre  para atender mais alunos nele.

Como o sistema Educação (Cloud)  busca constantemente se adaptar às mais diversas necessidades de seus usuários, as rotinas do Quadro de Vagas e Matrículas foram ajustadas para possibilitar o controle do turno que os alunos frequentam, quando estão enturmados em uma turma de turno integral.

Para gerenciar o controle de vagas por turno, é necessário seguir alguns passos. Vamos conhecê-los?

– Configuração de matrícula – acesse o menu Configurando > matrículas e habilite o parâmetro conforme apresentado na imagem abaixo:

Quadro de Vagas – Por meio do menu Planejando > Matrículas > Quadro de Vagas é necessário definir a quantidade de vagas do Turno Integral e, na mesma funcionalidade, a medida com que as matrículas são realizadas, será controlado o número de vagas por turno (quando do turno Integral), para não exceder a quantidade máxima estabelecida.

– Matrículas:  No momento da matrícula do aluno, quando selecionado a opção de Turno Integral, um novo campo é habilitado para que seja possível informar qual turno, do Turno Integral o aluno será matriculado. Mas lembre-se, esta opção estará disponível somente se for previamente configurado, conforme a primeira etapa mencionada.

– Importação/Exportação dos dados para o Educacenso 2018 (Matrícula Inicial)

O Educacenso 2018 já está acontecendo e é importante você ficar atento às etapas desta pesquisa.

Educacenso 2018 – Etapa Matrícula Inicial

Conforme portaria nº 254 de 11 de abril de 2018 do Ministério da Educação, iniciou no dia 30/05/2018 a 1ª etapa do Censo Escolar da Educação Básica (Educacenso), com a abertura do módulo Matrícula Inicial e com prazo de término em 31/07/2018.
Nesta etapa, são coletadas informações das Escolas, Turmas, Docentes e Alunos, com objetivo de subsidiar a elaboração de análises, diagnósticos e o planejamento do sistema educacional do País. 
O Educacenso tem uma data de referência que foi instituída pela Portaria nº 264, de 26 de março de 2007, onde toda última quarta-feira do mês de maio passou a ser o Dia Nacional do Censo da Educação Básica. As escolas devem preencher o Educacenso, considerando a situação naquela data, durante o período em que o sistema estiver disponível para a inclusão das informações.

Neste ano, a data de referência é 30/05/2018.

Desenvolvemos um script para leitura das fontes de dados e criação do arquivo txt, conforme layout INEP/2018, para posterior envio ao Censo. Para que os clientes possam utilizar esse script, não será necessário sequer atualizar o sistema, isso porque ele foi disponibilizado através do sistema Orquestrador.

Onde encontrar e executar o script?

Para executar o script e gerar os dados, basta acessar Utilitários > Gerenciador de Script e selecionar os scripts Flexibilizados e executar o script [Educacenso – 2018] – Principal.

No momento da execução do script um parâmetro muito importante é solicitado: Código INEP do Estabelecimento de ensino. Desta forma, ao inserir o código, os dados serão gerados exclusivamente para o estabelecimento informado.

* Quando não for informado nenhum código é gerado um arquivo para todos os Estabelecimentos de ensino.

Executei o script, e agora?

Após a execução do script, você poderá fazer o download do arquivo para envio ao Educacenso. Para tanto, é preciso colocar o mouse sobre o resultado da execução do script e imediatamente o download do arquivo é feito.

A etapa seguinte é enviar o arquivo gerado para o Educacenso. Para tanto, faz-se necessário antes validar o arquivo gerado diretamente no ambiente de treinamento do Educacenso, onde será verificado o arquivo txt gerado.

Caso o referido arquivo possua erros na verificação, o sistema do Inep gera um arquivo pdf, com o detalhamento de todas as inconsistências.

Fique atento

  • Os erros identificados deverão ser corrigidos no sistema ou no arquivo.txt e uma nova validação do arquivo deverá ser feita até que nenhum erro seja identificado.
  • Se não forem identificados erros no arquivo verificado, o sistema emitirá uma mensagem avisando que o arquivo foi validado com sucesso e se o usuário deseja enviar o arquivo para o Inep. Se o usuário optar por enviar, o sistema emite o Recibo de Entrega de Arquivo de Migração – Educacenso.

Acompanhamento do processamento do arquivo encaminhado ao INEP

Para acompanhar o processamento do arquivo encaminhado, acesse o endereço www.educacenso.inep.gov.br, clique em Migração > Panorama de envios e todos os arquivos enviados pelo usuário “logado” serão apresentados com o seu devido status. É importante saber que o fato de o arquivo ter sido transmitido ao Inep não significa que os dados dele se encontram na base de dados do Educacenso. Após o envio ao Inep, os arquivos ainda passam por uma última etapa de verificação de inconsistências em que podem ser registrados erros e outros problemas. Por isso, é necessário acompanhar o processamento do seu arquivo após transmiti-lo ao Inep.

– Alterações nas fórmulas de cálculo

As fórmulas de cálculo dos instrumentos de avaliação e dos períodos avaliativos são importantíssimas no contexto do sistema Educação (Cloud) e Professores. Afinal, sem elas, não é possível efetuar o cálculo das médias dos alunos, bem como o resultado final deles, após a aplicação das provas finais realizadas no final do ano letivo.
Com o intuito de ajustar uma inconsistência, bem como para atender as mais diversas situações existentes no âmbito escolar, fez necessário a alteração das fórmulas de cálculo.

Por que da alteração?

Nos casos em que uma nota fosse registrada em um período avaliativo, no Educação (Cloud), ou em um instrumento de avaliação, no Professores e, posteriormente removida, o sistema estava considerando a nota zero no cálculo, ao invés de desconsiderá-la. Esta situação estava causando inconsistências nos cálculos que se enquadram neste cenário.
Outro motivo para alteração diz respeito à seguinte situação: o Aluno 1 ingressou na escola na metade do período avaliativo quando já ocorreram a aplicação de instrumentos de avaliação – provas e trabalhos em geral. Nesses casos, o professor não pode lançar uma nota aos instrumentos pretéritos ao ingresso do aluno, uma vez que o aluno não frequentava a escola/turma. Ou seja, deve deixar a nota em branco e considerar, para efeitos de cálculo, apenas as notas dos instrumentos de avaliação que o aluno realizou na nova escola/turma.  

O que mudou? É necessário realizar algum procedimento?

A mudança diz respeito às fórmulas de cálculo. Para aqueles que utilizam a fórmula padrão disponibilizada pelo sistema, os ajustes já foram realizados. Entretanto, àqueles que desenvolveram fórmulas personalizadas a seus clientes precisam ajustá-las, isto é, precisam validar que somente as notas não nulas (?) serão contabilizadas para o cálculo da média.

– Melhorias na lista de espera

Você sabia que a Lista de espera foi aprimorada?

Isso mesmo, a funcionalidade Lista de espera foi toda repaginada, para que os colaboradores da secretaria realizem a gestão das inscrições dos candidatos de forma eficiente e com alta performance.

O que mudou?

Seguem as adequações na Lista de espera:

  • layout da funcionalidade foi readequado, tornando-se mais performático;
  • Os candidatos serão ordenados pela data de sua inscrição;
  • A data de nascimento e o detalhamento da idade do candidato serão exibidos;
  • A configuração foi disponibilizada em local único;
  • Os filtros estão na pesquisa avançada de forma unificada.