Provisão

Veja como é realizada a configuração e cálculo de Provisão no sistema.

No sistema você realiza a Configuração da Provisão em Configurando > Cálculo > Provisão e realiza a Gestão da provisão em Executando > Provisão > Gestão da Provisão.

Configurando a provisão

Em Gestão da provisão (Executando > Provisão > Gestão da provisão) o usuário irá configurar os eventos que deverão ser provisionados, por meio da funcionalidade Gerenciar baixas.

 

No gerenciamento das baixas, o usuário relaciona as classificações de baixa com os eventos que serão considerados no cálculo de décimo terceiro e férias, onde essas classificações determinam quais eventos devem provisionar valores.

O gerenciamento de baixa de provisão possui as seguintes opções de classificação:

  • Baixa de 13º salário
  • Baixa de média/vantagem de 13º salário
  • Baixa FGTS de 13º salário
  • Baixa de Férias
  • Baixa de 1/3 de férias
  • Baixa de média/vantagem de férias
  • Baixa FGTS de Férias
  • Baixa de abono de férias
  • Baixa de 1/3 de abono de férias
  • Baixa de média/vantagem de abono de férias
  • Baixa de 13º salário adiantado
  • Baixa de média/vantagem de 13º salário adiantado
  • Desconto de baixa de adiantamento de 13º salário
  • Baixa de férias proporcional na rescisão
  • Baixa de 1/3 de férias proporcional na rescisão
  • Baixa de média/vantagem de férias proporcional na rescisão
  • Baixa de férias vencidas na rescisão
  • Baixa de 1/3 de férias vencidas na rescisão
  • Baixa de média/vantagem de férias vencidas na rescisão

Após configuradas as classificações de baixa de provisão, você deve configurar o início do cálculo, acessando a funcionalidade em Configurando > Cálculo > Provisão.

Realizando o cálculo de provisão

O cálculo da provisão será realizado na tela de Gestão de provisão sendo que o cálculo de férias e de décimo terceiro ocorrerá de forma separada.

O cálculo de provisão vai considerar para o cálculo os períodos aquisitivos que se enquadrarem na configuração de períodos aquisitivos de cada tipo de provisão Férias e Décimo Terceiro.

  • Primeiro cálculo de provisionamento

Agrupadores por Apropriação na Contabilidade

Na gestão de provisão, os eventos e seus valores a serem provisionados  serão agrupados por apropriação na contabilidade, de acordo com a classificação de baixa que o evento recebe, sendo possível visualizar o detalhamento dos eventos ao clicar em cima do agrupador.

Confira os agrupadores do sistema e quais classificações de baixa os compõem:

 

  • Férias

 

Baixa de Férias

Baixa de férias proporcional na rescisão

Baixa de férias vencidas na rescisão

Baixa de abono de férias

 

 

  • 1/3 de férias

 

Baixa de 1/3 de férias

Baixa de 1/3 de férias proporcional na rescisão

Baixa de 1/3 de férias vencidas na rescisão

Baixa de 1/3 de abono de férias

 

 

  • Média/Vantagem de férias

 

Baixa de média/vantagem de férias

Baixa de média/vantagem de férias proporcional na rescisão

Baixa de média/vantagem de férias vencidas na rescisão

Baixa de média/vantagem de abono de férias

 

 

  • 13º salário

 

Baixa de 13º salário

 

 

  • Média/Vantagem de 13º salário

 

Baixa de média/vantagem de 13º salário

 

Agora, veja exemplos do cálculo de provisão de uma competência.

Como o sistema Folha Cloud calcula a provisão?

Todos os meses o sistema irá simular virtualmente o cálculo de férias e do décimo terceiro do colaborador como se estivesse quitando totalmente o valor devido de direito, e com base nesse cálculo irá separar o valor de provisão do mês, e ajustar os valores de meses anteriores ou estornar valores que o colaborador não terá mais direito, quando na quitação efetiva.

Dessa forma, se o funcionário teve um aumento salarial no mês e ganhou  uma função gratificada, o sistema irá considerar esses valores novos para a provisão, fazendo com que os saldos de provisão fiquem o mais próximo possível da realidade.

Exemplo: Na entidade a configuração de férias considera o mês anterior para o pagamento de vantagens e no mês atual o funcionário ganha uma gratificação, ao realizar o cálculo de férias para a provisão, o sistema não irá levar a gratificação em consideração ainda, pois se naquele mês o funcionário tirasse férias a gratificação não seria paga. Já no mês seguinte, ao realizar a provisão o sistema irá considerar a gratificação para o cálculo, pois no mês anterior o funcionário possui a gratificação, e se nesse mês o funcionário tirasse férias a gratificação seria paga, fazendo assim os devidos ajustes na provisão.