DIRF 2020: Entenda como gerar o arquivo no sistema Contabilidade!

O ano iniciou e com ele a retomada das obrigações fiscais e contábeis pelas empresas públicas e privadas. Para alguns a DIRF 2020 deve estar em evidência, e dúvidas vão surgindo durante a preparação do envio das informações para sua entrega.

Por isso, você que utiliza o Contabilidade, este espaço foi preparado para destacarmos os procedimentos a serem executados no sistema em 2020, referente ao ano-calendário 2019.

Primeiramente, Esta funcionalidade tem por objetivo permitir ao usuário gerar o arquivo da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte – DIRF.

No sistema, você localiza esse cadastro no menu:  Módulo Financeiro > Relatórios > Diários > Notas emitidas > Gerar arquivo DIRF.

Nesta tela execução do arquivo, você definirá os critérios de geração, como:

Modelo: Indica o modelo da Declaração a ser utilizada, sendo esta separada por exercício. Entre os modelos padrões existentes, tem-se:

  • Betha 01 (2020) – Declarações do ano atual: Considera o valor do imposto de renda e/ou contribuições retidos na fonte dos rendimentos pagos.
  • Betha 02 (2020) – Declarações do ano atual – Considerando retenções de restos a pagar: Considera o valor do imposto de renda e/ou contribuições retidos na fonte no exercício atual e também retenções (descontos) realizados em anos anteriores relacionados ao resto anterior pago em questão.

Retenção DIRF: Neste campo será indicado o tipo de receita a ser gerada no arquivo. Por exemplo, ao ser selecionado a opção Padrão, será gerado o tipo de acordo com o credor (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica);

Rubrica I.R: Selecione a Rubrica utilizada nos descontos de IRRF, os quais serão demonstrados na coluna de Imposto Retido.

Conta I.R: Selecione os descontos de IRRF. Eles referem-se ao imposto de renda e contas de DDO, os quais serão demonstrados na coluna de Imposto Retido.

Credor: Permite filtrar um ou mais credores a serem gerados.

Identificador Retificadora: Identifica se o envio será referente a declaração original ou retificadora.

Número do Recibo: Este número será solicitado quando a entrega se tratar de uma declaração retificadora, sendo necessário informar o recibo da última enviada.

Rendimento mínimo: Permite que você defina o valor mínimo de rendimentos recebidos pelo Credor para este seja gerado no arquivo.

Não considerar pessoas jurídicas com rendimento mínimo: Ao definir um valor mínimo no item anterior, essa flag poderá ser marcada para que as pessoas jurídicas não sejam contempladas por esta regra.

Agrupar credores com mesmo CPF/CNPJ: Permite que os rendimentos e as retenções dos credores com o mesmo CPF ou CNPJ sejam somados em um único cadastro.

Gerar somente credores com CPF/CNPJ: Permite gerar apenas os credores que possuam em seu cadastro a informação do CPF ou CNPJ. Vale destacar que o sistema da DIRF não permite cadastros sem o número do documento.

CPF Responsável Perante CNPJ:  Deverá ser informado o CPF do responsável pela entidade perante o cadastro do CNPJ na Receita Federal.

Responsável preenchimento: Deverão ser informados os dados do responsável pelos preenchimentos da declaração.

Após realizar o preenchimento das informações, basta clicar em Ok e aguardar a geração do arquivo ser iniciada. Ao final da geração, informe o local e nome onde será gravado o arquivo.

Pronto, agora você já pode realizar a importação do arquivo no sistema da DIRF. 😀 

Tira-dúvidas online da DIRF! 
Feito exclusivamente para você.