e-Sfinge: Como realizar sua geração e envio pelo Tributos (Cloud)?


Para realizar o envio de dados ao e-Sfinge corretamente, foi criada a tabela auxiliar
Tabelas e-Sfinge WE, responsável pelos relacionamentos entre os Campos Adicionais e os Campos do e-Sfinge.

Para executá-la, você deve utilizar o script  [e-Sfinge 2020 – Cria Tabela Auxiliar], localizado no sistema Tributos (Cloud), onde a tabela auxiliar será criada, não necessitando nova execução do script, mas sim, apenas o preenchimento das entidades. A tabela será criada conforme figura abaixo:

Confira o que cada coluna representa:

→ Código TCE: Código instituído pelo TCE ou campo do leiaute do arquivo. Não deve ser alterado.

Tabela TCE: Tabelas do TCE onde se encontram os códigos TCEs e não devem ser alteradas. Atenção! Para os campos Valor Venal do Imóvel, Área Edificada do Imóvel, Fração Ideal e Área Territorial Total do Imóvel, informamos a tabela 99, pois se referem ao Leiaute do CadastroImobiliario e não a uma tabela específica do e-Sfinge.

Campo Adicional: Deverá ser preenchido com o rótulo do Campo Adicional.

Campo Selecionado: Deverá ser preenchido com a seleção escolhida no Campo Adicional citado acima. Atenção! Não devem ser alterados os dados na coluna Campo Selecionado para os campos Valor Venal do Imóvel, Área Edificada do Imóvel, Fração Ideal e Área Territorial Total do Imóvel.

Confira um exemplo da configuração de um campo adicional do imóvel e suas opções:

Cada uma dessas opções deve ter um código que é identificado conforme a tabela do TCE:

No Campo adicional deve conter o nome exato do campo existente no sistema:

E o campo selecionado também deve ter o mesmo nome referente às opções inseridas no campo Utilização.

 

Os arquivos referentes à prestação de contas  são enviados por meio do sistema Prestação de Contas, acessível por meio da URL: https://prestacao-contas.cloud.betha.com.br. Após acessar, basta clicar em Gerenciador de Scripts.

Posteriormente, você deve utilizar o script [Tributos] e-Sfinge 2020 – Enviar dados e clicar em Executar:

Na tela a seguir, deve-se informar alguns parâmetros para que a execução seja realizada.

Observe o que cada parâmetro representa:  

→ Entidade: permite informar a entidade em que os arquivos estão sendo gerados.

→ Bimestre: permite informar a competência em que os arquivos estão sendo gerados.

→ Usuário: permite informar CPF do usuário com permissão de envio de dados ao e-Sfinge.

→ Senha: permite informar a senha de acesso ao e-Sfinge.

→ Assunto: permite informar a opção todos, um ou mais arquivos específicos para o envio, é recomendável realizar o envio um a um, visto que se houver erro você consegue identificar rapidamente e não é necessário aguardar todos executarem.

 Carga Inicial: permite informar se será realizada uma carga inicial com todos os dados (até a competência) ou somente dados do bimestre.

→ Gerar/Validar: permite gerar arquivos e validar, apenas gerar os arquivos ou apenas validá-los

→ E-mail(s) para envio das validações: permite informar um ou mais e-mails (separados por ponto e vírgula) para onde as validações serão enviadas quando geradas.

Antes de gerar o arquivo ao Tribunal de Contas, é orientado que o mesmo seja validado, dessa forma, com o retorno da validação é possível ajustar toda e qualquer inconsistência que venha ocorrer.

Essa validação retornará em um relatório onde irá demonstrar as possíveis inconsistências encontradas e inclusive avisos por falta de alguma configuração.

Dessa forma, ao executar o arquivo selecione a opção:

Caso desejar validar e gerar o arquivo, selecione a seguinte opção:

Lembrando que, nessa situação, caso o relatório de validação retorne algo que tenha que ser ajustado, os dados enviados ao Tribunal terão que ser descartados e enviados novamente. 

Confira a imagem de exemplo de retorno do relatório de validação:

Após realizar os devidos ajustes, você deve gerar os seguintes arquivos: 

1 – Cadastro Contribuinte;

2 – Cadastro Imobiliário;

3 – Cadastro de Propriedade Imobiliária;

4 – Lançamentos de Créditos Tributários;

5 – Revisão de Valor de Lançamento de Créditos Tributários;

6 – Baixa Crédito Tributário;

7 – Diário Geral da Arrecadação;

8 – Estorno de Receita do Diário Geral de Arrecadação.

Para abrir o arquivo compactado contendo os TXTs e o PDF com as validações, basta clicar no botão Resultado:

Para fins de conferência e análise na identificação de possíveis problemas na geração, você deve acessar os arquivos .txt gerados por meio de um editor de texto como o bloco de notas do Windows ou pelo Notepad++  caso você tenha o programa  instalado.

Segue um exemplo do arquivo TXT onde os dados foram enviados com sucesso:

Confira agora um outro exemplo, onde os dados apresentados tiveram várias inconsistências, quando ocorrer esse problema, é necessário que a entidade verifique o erro apresentado e solucione para posteriormente gerar e enviar o arquivo novamente.

OBS: Como não tem relatório, o ideal é cadastrar um chamado para verificar qual é o tipo de erro descrito e como o mesmo deve ser solucionado.

  • Arquivo Cadastro Contribuinte

Criar Campo adicional no cadastro de Contribuinte com o rótulo “Data Vinculação Contribuinte TCE”, conforme figura abaixo:

No Cadastro de Contribuinte serão gerados apenas Contribuintes onde a Data Vinculação Contribuinte TCE não esteja preenchida ou com que a data seja dentro do bimestre em questão.

Em caso de migração do Desktop para o Cloud, os contribuintes já enviados ao TCE pelo Desktop devem ser preenchidos com data anterior ao próximo bimestre a ser enviado pela entidade ao TCE via cloud.

Obs.: Essa a Data Vinculação Contribuinte TCE também serve para caso queira enviar um contribuinte ao TCE, que por algum motivo não tenha sido enviado em seu bimestre correto, ou seja, o mesmo não existe no TCE e deveria ter sido enviado. Para isso basta informar no campo adicional Data Vinculação Contribuinte TCE, uma data entre o bimestre que está sendo enviado.

  • Arquivo Cadastro Imobiliário

Criar Campo adicional no cadastro de Imóveis com o rótulo Envia TCE, conforme figura abaixo:

No CadastroImobiliario serão gerados apenas Imóveis que estão com situação ATIVADO, e que o campo Envia TCE esteja como Sim;

Obs.: Esse campo serve caso a entidade deseja que algum imóvel não seja enviado ao TCE por algum motivo.

  • Arquivo CadastroPropriedadeImobiliaria

Criar Campo adicional no cadastro de Imóveis com o rótulo Data Vinculação Imóvel TCE, conforme figura abaixo:

No CadastroImobiliario serão gerados apenas Imóveis que estão com situação ATIVADO, e onde a Data Vinculação Imóvel TCE não esteja preenchida ou com que data seja dentro do bimestre em questão.

Em caso de migração do Desktop para o Cloud, os imóveis que já foram enviados ao TCE pelo desktop devem ser preenchidos com data anterior ao próximo bimestre a ser enviado pelo entidade ao TCE via cloud.

Obs.: Essa a Data Vinculação Imóvel TCE também serve para caso queira enviar um imóvel ao TCE, que por algum motivo não tenha sido enviado em seu bimestre correto, ou seja, o mesmo não existe no TCE e deveria ter sido enviado. Para isso basta informar no campo adicional Data Vinculação Imóvel TCE, uma data entre o bimestre que está sendo enviado.

  • Arquivo diarioArrecadacao

Para aqueles que tem o Contábil Cloud, sempre verificar se todos os Tributos estão com a identificação da Especificação da Receita, no caminho abaixo:

Para os que não tem a tabela auxiliar Rubricas será verificada neste caso.

Quando é realizada a migração do Desktop para o Cloud, você deve realizar a exportação dos sequenciais do Desktop, gravando eles em um arquivo CSV, utilizando o seguinte script (criar os arquivos separadamente):

//Sequenciais dos Lancamentos – Criar arquivo de lançamento

select i_lanctos,

        (select first id_cloud from bethadba.cloud_lanctos lc where le.i_lanctos = lc.i_lanctos) as i_lancto_cloud, 

         i_lanctos_esfinge, tipo_credito,ano, data_lancto,valor_lancado        

        from bethadba.esfinge_tributos_lancamentos le

        where i_lanctos <> ” 

        and i_lancto_cloud <> ” 

        and i_lanctos_esfinge <> ” 

        and ano <> ”

     order by 3;

output to ‘C:\Betha\SequenciaisDesktop.csv’ quote ”;

//Sequenciais dos Pagamentos – Criar arquivo de pagamento

//Separador

select 0;

output to ‘C:\Betha\SequenciaisDesktopPagamento.csv’ append;

select  ae.i_pagtos,

        acl.i_pagtos_cloud,

        ae.i_arrecadacoes_esfinge, 

        ae.data_arrecadacao, 

        ae.ano_pgto, 

        ae.tipo_arrecadacao, 

        ae.valor_arrecadacao,         

        substr(bethadba.dbf_ret_rubrica(rec.i_receitas, ‘V’, ano_Pgto, 9999, 1),2,8) as rub

from    bethadba.esfinge_tributos_arrecadacoes_lancamentos ae, 

        bethadba.cloud_pagamentos_detalhes acl, 

        bethadba.cloud_receitas rec

where ae.i_pagtos = acl.i_pagtos

        and rec.id_cloud = acl.i_receitas_cloud

        and ae.i_pagtos = acl.i_pagtos

        and ae.i_pagtos <> ” 

        and ae.i_arrecadacoes_esfinge <> ” 

        and ae.ano <> ” 

        and ae.tipo_arrecadacao <> ” 

        and trim(rub) = trim(ae.rubrica)

        group by ae.i_pagtos,acl.i_pagtos_cloud,rub,ae.i_arrecadacoes_esfinge,ae.data_arrecadacao, ae.ano_pgto, ae.tipo_arrecadacao, ae.valor_arrecadacao, ae.rubrica

    order by 3;

output to ‘C:\Betha\SequenciaisDesktopPagamento.csv’ quote ” delimited by ‘;’ append;

// Sequenciais das dívidas – Criar arquivo de dívida

select i_dividas,

        (select first id_cloud from bethadba.cloud_dividas lc where le.i_dividas = lc.i_dividas) as i_dividas_cloud, 

         i_lanctos_esfinge, tipo_credito,’0′, data_lancto,valor_lancado        

        from bethadba.esfinge_tributos_lancamentos le

        where i_dividas > 0

        and i_dividas_cloud is not null  

        and i_lanctos_esfinge <> ”

     order by 1 desc;

output to ‘C:\Betha\SequenciaisDesktopDivida.csv’ quote ” delimited by ‘;’

O arquivo CSV com os sequenciais tanto de LançamentosPagamentos e Dívidas, será gravado na pasta “C:\Betha”. Uma cópia desse script pode ser encontrado ao visualizar o artefato:

[e-Sfinge 2020] Tributos – Criação de Tabelas e Importação de Sequenciais